quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

IMPERFEITO


Hoje estou aqui perdido,
Perdido nos meus medos,
Preciso de um instante,
Já já volto como antes!

Ainda sou o mesmo,
Aquele que você tanto adora,
Seu amor ainda esta no meu peito,
Eu não penso em ir embora.

Perdoa meu coração,
Sou ainda homem sem destino,
Que ama a sua paixão.

Não quero cometer erros sem sentidos,
Não quero entender a vida e seus motivos,
Perdoe esse coração que se engana e que não consegue ser perfeito.