terça-feira, 22 de março de 2011

Arrependido

Fui embora pela estrada à fora,
larguei tudo estou sozinho agora,
meus sentimentos estão guardados,
não sei direito se estou ainda apaixonado.

Eu neguei seu amor por pura insensatez
estou sozinho por ser durão comigo mesmo,
eu não sei se esse é o meu destino,
encontrei a solidão junta da saudade me dizendo oi.

Percebi que seu amor é a minha metade,
metade principal da qual não dei valor,
e hoje estou vendo a falta que você me faz,
sofrendo morrendo de saudades.

De tudo nessa vida é o seu amor que me faz viver
vou voltar pra perto desse bem querer, desse meu amor,
que me ama mais do que tudo neste mundo.

Abro a porta devagar deixo a vida entrar,
deixo os medos lá fora.... pra que dizer que voltei
voltei porque aprendi sofrendo que você é meu grande amor!