quarta-feira, 23 de março de 2011

Diga

Sempre notei em seus olhos
seu desejo por mim,
desejo de me beijar e me abraçar,
seus olhos sempre te entregavam,
quando eu te olhava olhando pra mim.
Ao notar você disfarçava virando pro lado
e sem saber que você fazendo esse jogo comigo,
eu estava ficando perdidamente apaixonado...
amando sem saber, gostando sem perceber,
deixando de ser seu desconhecido amigo
pra se tornar seu adoravél admirador.
Não me engane, nem me errole
quero ouvir você...
sem declarando sem rodeios.

Agora diga! diga!! diga!!! que sou seu amor.
diga que sou eu que você sempre sonha.
diga se declare de uma vez!
apenas diga e me faz ser feliz... diga!