sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Olhos cor de avelã

Você chega de mansinho,
e me beija e faz carinho.
me desmancha em pedaços,
mais uma vez.

É assim em todas as manhãs,
viajo nos teus olhos cor de avelã.
você me olha com os olhos da paixão,
estremece minhas bases e o meu coração.

Te amar assim é tão bom,
meu bombom!
não sei viver sem... ter você.

Te amar assim é meu vicio,
meu doce feitiço,
meu melhor prazer.