segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Seu amor doido

Mais uma vez você diz que não dá,
termina tudo e fala que não vai voltar,
e outra vez me deixa sozinho,
sem chão, sem caminho.

Não sei o motivo de tantas idas,
esse entra e sai da minha vida,
você tenta me esquecer, me nega!
mas depois volta e se entrega.

Toma juízo...
se liga no aviso,
amor doido assim eu não preciso.