terça-feira, 21 de agosto de 2012

O meu sintoma


Eu fiz de tudo pra te amar,
mas ninguém obriga ninguém a gostar.
queria que fosse a dona do meu coração,
mais pingos de sentimentos só causam depressão.

Tudo bem... preciso aceitar sua partida,
sei que nunca tive o lugar que queria na sua vida,
as coisas são duras para quem gosta,
a derrota é o premio covarde de quem sempre aposta.

Dane-se quem vacilou ou errou,
só sei que eu fui o único quem amou,
é evidente que todos já conhecem o meu sintoma,
mas de solidão não morro, já tenho diploma.