segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Paixão domadora


Esse desejo ainda me mata,
dá um nó no coração que não desata.
Essa paixão sempre me atiça,
sempre me lembra do seu beijo...que delicia!

O meu corpo se inunda de intensas vontades,
os poucos momentos já se tornam saudades,
não consigo para de pensar em você,
nada que eu faço me deixa te esquecer.

Esse desejo por você grudou não tem jeito de sair,
apelou e assim nos teus braços eu volto a cair,
dessa vez eu morro nessa sua paixão,
que insiste em domar meu o coração.