terça-feira, 23 de outubro de 2012

O tanto que eu te amo


Como a chuva molha o chão,
seu amor inunda meu coração,
seus beijos matam minha sede,
seus braços viram minha rede.

Seu amor me completa,
viver sem ele eu não consigo,
estou viciado no seu carinho,
é por você que me torno esse poeta.

Adoro te beijar na boca,
te chamar de minha linda,
e falar no seu ouvido o tanto que eu te amo.