quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Deixe minha vida


Não me venha com seus joguinhos,
estou bem assim no meu canto sozinho,
conheço seus truques e armadilhas,
não quero mais me ferir nas suas pegadinhas.

Me deixe aqui na minha,
por favor não insista em voltar pra minha vida,
já provei do seu veneno,
não quero ficar nas suas mãos e me sentir pequeno.

Pare de achar que sou seu,
não tente mais nada comigo,
deixe eu aqui sozinho... vivendo minha vida.