segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Será que nosso amor foi brincadeira?


Pode ir embora...
e diga que nunca me amou,
que perdeu seu tempo,
vira a cara e siga seu rumo.

Pode ir...
não volte,
porque quem volta não sabe o que quer,
e brincar de ficar eu não quero,
brincar de sofrer... tô fora.

Vá viver sua vida!
vou tentar apagar nossas lembranças,
vou matar qualquer tipo de esperança.
Se sair por aquela porta,
não pense que vai poder voltar,
se sair... que nunca mais volte!
Pois não terá mais porta para você abrir.

Se for terei a certeza...
que o nosso amor não passou de uma brincadeira,
onde quem mais sofreu foi eu.