terça-feira, 1 de julho de 2014

Intenso amor


Sozinho caminhando contra o vento
eu vou lembrando,
de um tempo que a felicidade fazia morada em mim,
um tempo que eu não queria que chegasse ao seu fim.

Lembro de você, é inevitável,
as lágrimas rolam, é incontestável,
a saudade machuca mais com o tempo,
não consigo te esquecer nem por um momento.

Não paro de questionar o meu destino,
não entendo o motivo de levar você de mim,
de não deixar eu viver com você esse meu intenso amor.