quinta-feira, 31 de julho de 2014

Vitimas da solidão


Não sei porquê você mexe tanto comigo,
suas idas e vindas me abalam por dentro,
não consigo resistir ao seus encantos,
mas não suporto quando não diz adeus.

Entre ilusões e pensamentos
eu vivo a te amar,
entre lembranças e saudades
eu fico sempre a te desejar.

Eu e você somos...
Duas pessoas confusas,
dois ser humanos vitimas da solidão,
tentando entender os mistérios do coração, do amor!