quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Desconhecidos


Abri minha vida!
Abri a porta do meu coração!
E no fim você foi apenas telespectadora,
apenas mais uma que me assistiu!

Quantas palavras jogadas ao vento, e pra que?
Quantos desejos jogados fora, e pra que?

Hoje você não me faz falta,
hoje sua presença não faz diferença.

Hoje o seu carinho já se perdeu,
hoje nossa história já virou história!

Hoje somos novamente dois desconhecidos!