sexta-feira, 26 de junho de 2015

Não consigo


Vem chegando a noite,
e com ela a saudade de você,
abro a janela do quarto,
e te busco entre as estrelas.

Aonde foi parar você,
pergunto pro coração!
Aonde o destino te deixou,
resmungo com a solidão!

Não consigo disfarçar essa saudade,
não consigo controlar minha ansiedade,
preciso de você para ser feliz, para ser amado!