quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Seus receios

Acabei me apaixonando por você!
Sei que não controlo as coisas do coração!
Foi inevitável! foi irresistível!
não pude escapar das garras da paixão!

Agora tenho que conviver com a sua indiferença,
com seu receio, com seu medo,
tudo isso só porque um outro te feriu,
te enganou, te fez chorar!

Não me apaixonei de brincadeira,
não me declarei pra ser tratado como bandido.

Se vai querer me julgar pelos erros dos outros,
será melhor então eu te esquecer!